MIOMA

EXAMES COMPLEMENTARES NA EMBOLIZAÇÃO DE MIOMAS

Ultra-som endovaginal - excelente método de visualização de miomas uterinos; quando combinado com ultra-som pélvico pode fornecer medidas seguras do tamanho uterino e dimensões do mioma;

Localização sonográfica do mioma dominante individual - pode guiar a decisão sobre a indicação da histeroscopia, laparoscopia ou abordagem aberta para miomectomia, sendo também um dado crítico na avaliação do sucesso do tratamento intervencionista;

Ressonância nuclear magnética – bastante citada na literatura pela precisão na localização do mioma, assim como sua mensuração, hoje realizada para melhor acompanhamento de tamanho e diminuição dos miomas e sua vascularização;

Biópsia endometrial - pode ser importante para estabelecer o diagnóstico diferencial da hemorragia uterina. Se a biópsia ou o ultra-som revelar uma fonte potencial de sangramento sem relação com os miomas, o paciente não deverá ser submetido a embolização;

Em algumas situações a histerectomia representa uma opção aceitável ou até mesmo necessária na presença do mioma, sendo as mais importantes a suspeita de degeneração sarcomatosa do leiomioma ou do endométrio e o carcinoma cervical ou ovariano.