MIOMA

HISTÓRICO

1979 - Heaston descreve o uso da embolização arterial para tratamento de hemorragia pós-parto. Neste caso, a histerectomia e a ligadura da artéria ilíaca interna nâo foram suficientes para tratar a hemorragia, que cessou imediatamente após a embolização de um ramo vaginal da artéria pudenda interna esquerda com Gelfoam.

1994 - Em Paris, Ravina e colaboradores notificaram a redução do mioma uterino em pacientes submetidas a embolizações por sangramento agudo, com excelentes resultados. Em seu estudo, 31 pacientes diminuíram o sangramento no intra-operatório e as demais reduziram significativamente os seus sintomas após a embolização, levando a postergar a cirurgia ou até mesmo cancelá-la.

Assim, surgiu a proposta pioneira do dr. Jacques Ravina da embolização terapêutica para leiomioma uterino com falha no tratamento clínico, como alternativa para a miomectomia.

Ravina e colaboradores, desde o início de seus estudos, realizaram mais de 100 procedimentos.

A taxa de sucesso clínico da rede mundial tem sido aproximadamente de 85% em todos os casos realizados.

Sucessivamente inúmeras publicações relatando sucessos clínicos da embolização de miomas, determinaram e fundamentaram mundialmente a embolização como um dos procedimentos no tratamento do mioma uterino.

Vários autores, também publicaram relatos de inúmeras pacientes, que levaram a gravidez a termo com úteros previamente embolizados para tratamento dos miomas, que encorajou as indicações da embolização em pacientes que desejam manter o potencial de gravidez.

Somos considerados um dos pioneiros na técnica de embolização de miomas no Brasil, onde realizamos nossa primeira embolização de miomas no Brasil em abril de 2000.

Até o final de 2006, já tínhamos realizado mais de 200 embolizações. Obtivemos índices de sucesso e complicações compatíveis com a literatura e com os controles de qualidades exigidos mundialmente.

2009, com aproximadamente 500 casos nos tornamos um dos grupos mais experientes na embolização de miomas no Brasil.

2019 - A Viamed iniciou a reestruturação das ferramentas de comunicação entre a empresa, os pacientes, e os médicos; A VIAMED também a partir deste ano passou a dedicar seus esforços na lideraça do mercado de embolização de mioma no País, em parceria com o Dr. Claudio Atsushi Yokoyama que realizou a maioria dos seus procedimentos na VIAMED totalizando mais de dois mil e duzento casos de Embolização de Mioma, sendo assim, a Viamed é o centro de tratamento de Mioma com maior número de embolização realizada no Brasil (casuística).

Acreditamos que a embolização de miomas uterinos, é hoje, uma opção terapêutica importante, para pacientes que desejam preservar o útero, no tratamento do mioma uterino.