INFORMATIVO

11/07/2022 Embolização de Mioma Uterino (EMU) – Veja como funciona o tratamento.

A Embolização de Mioma Uterino (EMU), também conhecida como embolização da artéria uterina, começa com uma punção com agulha, na virilha ou no punho. Esta punção fornece ao operador (Radiologista Intervencionista ou Cirurgião Vascular com formação em Radiologia Intervencionista) acesso às artérias que alimentam os miomas. Usando equipamento especializado em raios-x dinâmico, como imagens angiográficas, o operador introduz um cateter (pequeno tubo) neste local da punção.

Este cateter é posicionado próximo ao Mioma. Quando este local próximo é atingido, um material embólico (pequenas esferas) é injetado através do cateter dentro dos vasos sanguíneos que irrigam o Mioma, bloqueando o fluxo. Importante saber que todo Tumor, seja ele maligno ou benigno como no caso os Miomas (que são benignos), dependem muito de sangue para crescer. Quando o fluxo de sangue diminui, o Mioma diminui também. Assim, com a injeção das microesferas e o bloqueio do sangue que não vai mais chegar no Mioma, este irá encolher, muitas vezes desaparecer.

As microesferas permanecem no local bloqueando o fluxo e o cateter é movido para o outro lado do útero, reposicionado na artéria que leva sangue ao Mioma (sim, é necessário fazer dos dois lados) e ao final, depois de injetar mais microesferas, o cateter é retirado. O tratamento completo dura em média uma hora e, como já falamos, a paciente fica entre 4 a 24 horas no hospital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Faça sua pré-avaliação sem custos com nosso médico especialista
Social Share Buttons and Icons powered by Ultimatelysocial