fbpx

INFORMATIVO

20/10/2020 Cuidar de você na quarentena é sinal de autoestima
Foto: foto: silviarita/Pixabay )

Sem exageros, o cuidado com a aparência é um cartão de visitas para a felicidade. É um aliado para controlar o estresse e a ansiedade, além de atenção com a saúde

Para quem está sempre atrás da felicidade, talvez valesse a pena deixar de procurar, se aquietar, passar um tempo consigo para perceber que ela começa estando bem, curtindo você mesmo. O alerta é da psicopedagoga Cláudia Assis Abreu. A autoestima e a autoconfiança estão presentes no papel que assume ao cuidar de si, se gostar e, portanto, ser feliz. Segundo ela, é possível ser vaidosa, com limites, zelar pela aparência e fazer tudo que precisa. Não é porque enfrentamos uma pandemia que iremos nos deixar de lado. O cuidado tem de acontecer, mesmo dentro de casa, porque nos faz sentir bem.
O impacto do novo coronavírus, para alguns, pode resultar em desencanto, desinteresse, mas a saída para superar toda crise é reagir, buscar as ferramentas disponíveis e ao alcance para encontrar um caminho do seu jeito e não se entregar à tragédia. O de Cláudia Abreu é bem claro: “Eu me cuido para mim”. Por isso, cabelo, pele, rosto, cada parte do corpo tem toda a sua atenção diariamente. O cabelo é a moldura do rosto, merece investimento.

Ela dá uma dica: nunca lave no chuveiro; só no tanque. Água fria, mesmo no inverno. Escolha uma hora com temperatura mais alta. O resultado é outro, o brilho, fios saudáveis. E intercalar os shampoos, cada semana um. “A pele, nosso maior órgão, também, precisa de cuidados para manter a jovialidade e postergar o envelhecimento. Tenho uma rotina de um passo a passo diário, não deixo de fazer, e faço questão de ter esse tempo comigo.”

Cláudia conta que tem produtos faciais de tratamento que usa há 10 anos, não abre mão dos indicados para seu tipo de pele, da higienização, do tônico, do sérum com vitamina C para uniformizar a pele e estimular a produção de colágeno, do ácido hialurônico para amenizar as linhas de expressão e para clarear a pele, de hidratar e cuidar da hiperpigmentação das olheiras e nunca se esquece do protetor solar, mesmo dentro de casa. “São investimentos que faço em mim, com custo/benefício”, diz.

As mãos e as unhas

Todo o corpo precisa de atenção. Do cabelo aos pés. Mas com a pandemia, as mãos e as unhas, diante de tanto álcool em gel e água com sabão a toda hora, são partes do corpo que vão exigir ainda mais atenção. Elas não só devem ser mais hidratadas e protegidas, como também, com o aumento seja de reuniões virtuais, por causa do home office, ou mesmo contato com a família, amigos e amores por vídeo, nada como se mostrar pela tela bonita, bem cuidada. Um estímulo para você e o outro.

Como as unhas sempre aparecem, Maria Lourdes Pinheiro, podóloga e coordenadora técnica da Doctor Feet, lembra que elas também merecem atenção. Antes, ela alerta que unhas fracas podem indicar sintomas de diabetes, disfunção hormonal, estresse e até problemas de fígado, pulmão e coração. “O ideal é cuidar das unhas com profissionais habilitados e, ao perceber que elas continuam quebrando com frequência, é hora de procurar um médico, um dermatologista. E não se esqueça de manter mãos e unhas sempre hidratadas.”


No entanto, Maria Lourdes destaca que algumas mudanças de hábito podem amenizar a quebra e deixar as unhas bonitas e saudáveis. “Evite roer ou levar as mãos à boca. A saliva enfraquece a unha e o mau hábito pode causar infecções, causando até a sua perda.” Em casa, nada como aproveitar o tempo e investir em bases fortalecedoras e nutritivas que devem ser aplicadas sempre antes do esmalte: “Quando voltar ao salão for possível, preferia sempre um profissional semanalmente, mas lembre-se de não retirar totalmente as cutículas, já que elas ajudam na proteção contra doenças, como a micose”.
Maria Lourdes alerta sobre o uso de produtos com formol para fortalecer as unhas, já que podem causar alergias, e indica o consumo de alimentos ricos em vitamina C que vão ajudar a fortalecê-las, além de beneficiar a pele e, de quebra, o sistema imunológico.
Em quarentena, com muitos tendo de lidar com os afazeres domésticos e produtos químicos, a podóloga indica o uso de luvas para proteger mãos e unhas. E remover o esmalte com produtos específicos, que não contenham acetona, já que ela causa danos nas unhas e resseca as cutículas. Atente-se aos prazos de validade de esmaltes, bases e cremes para as mãos. E não se esqueça de deixar a unha respirar, removendo o esmalte, pelo menos, dois dias antes de uma nova aplicação.
Dermatologistas alertam que o ideal é nunca compartilhar o seu material com outras pessoas. A utilização de material contaminado pode provocar desde uma simples micose de unha ou a transmissão de vírus que causa a verruga na pele até contaminação com vírus de doenças mais graves, como o HIV e as hepatites.

Segurança e economia para todos

Camila Jaconi, médica da dermatologia e estética da Clínica Mais Baleia – Hospital da Baleia, alerta que o autocuidado deve estar sempre presente na vida de todos. Particularmente, a atenção diante da quarentena se faz necessária porque lidar com notícias ruins, isolamento social, rotinas de home office e o ensino escolar dos filhos e a exposição diária à COVID-19 aumentam o estresse, podendo causar sintomas na pele como a piora da acne, a queda de cabelo, o aumento das crises da psoríase, a piora da dermatite seborreica e da dermatite atópica, que, em caso de piora, devem ter avaliação médica.

Mas ressalta que há acontecimentos que não dependem de nós; portanto, o que podemos fazer é dedicar alguns minutos do dia ao cuidado da saúde e do bem-estar. O autocuidado é simples, rápido, e o tratamento da pele e dos cabelos podem trazer momentos de paz e de relaxamento dentro de casa. É uma válvula de escape, não só para a beleza, mas para manter a saúde mental e física.

QUEIMADURAS E MANCHAS 

Os cuidados são simples, que todos podem fazer em casa. Uma boa dica, destaca Camila Jaconi, de hidratação da pele é usar o mel na face depois da higiene, deixá-lo por 30 minutos e enxaguar. Outra dica valiosa é aplicar o óleo de coco nos cabelos secos e deixar agir por duas horas; devolverá a maciez dos fios. Aproveite para reduzir o uso de secador de cabelos, reduzindo assim a quebra e o ressecamento dos fios. Ao cuidar da sua pele em casa, tenha cuidado com receitas caseiras, alerta a dermatologista. É um risco fazer o peeling caseiro ou aplicar receitas com frutas na pele. Há risco de manchas e queimaduras.


Camila Jaconi lembra que os homens também devem se cuidar. Ela recomenda que usem xampu para lavar os cabelos e a barba e nunca condicionador, porque pode provocar dermatite seborreica, as famosas “caspas”. “Fiquem atentos, muitos cosméticos são caros e não trazem benefícios à pele. Então, só use os produtos indicados por seu médico. Para evitar o envelhecimento precoce tome cuidados básicos, como não fumar, lavar o rosto com sabonete facial, usar vitamina C no rosto antes do protetor solar, não se expor ao sol sem proteção, lavar o rosto antes de dormir e ao acordar. Repetir esses cuidados diariamente.”


Camila Jaconi lembra que a imagem é igualmente importante para vincular, por exemplo, a um bom currículo. Uma apresentação bem cuidada, pele viçosa, rosto sem aspecto de cansaço e cabelo arrumado são diferenciais. A médica lembra que a toxina botulínica (botox) e preenchimentos com ácido hialurônico/harmonização facial ajudam a ter uma aparência saudável e bonita, reduzindo as rugas, as olheiras e o “bigode chinês”. “Sua imagem deve demonstrar segurança e confiabilidade. Se você já é pai, mãe, avó, avô, teve rotinas difíceis, isso não precisa ficar evidente no seu rosto. Independentemente de sua idade, é possível apresentar-se mais jovem. A escolha correta do profissional garante resultados naturais com segurança e maior durabilidade do tratamento.”

No inverno e com mais tempo em casa, Camila Jaconi diz que é tempo ideal para quem quiser se programar para fazer tratamentos de rejuvenescimento facial com laser e peeling, sempre observando as precauções e os cuidados referentes às restrições da pandemia.

Muitos acham que a dermatologia estética é cara demais e não tem como ter acesso. O Mais Baleia foi criado pelo Hospital da Baleia para proporcionar o acesso à saúde de qualidade com baixo custo para tratamentos cirúrgicos ambulatorial e para os tratamentos de estética facial, como a toxina botulínica (botox), harmonização facial (preenchimento com ácido hialurônico) e peeling para redução de manchas, rugas e acne (espinhas).
No entanto, a médica destaca que, para ter segurança e economizar, é sempre importante ter orientação do médico, já que ele saberá a sua necessidade, os produtos mais indicados e, assim, terá um resultado satisfatório e que caiba no seu bolso. “Já parou para pensar que o sucesso está diretamente ligado à aparência do rosto? Se quer ter mais oportunidades pessoais e profissionais, cuide de sua pele. Ela é seu cartão de visitas. Você sempre será o seu melhor investimento. Cuide-se.”

Fonte: https://www.em.com.br/app/noticia/bem-viver/2020/07/12/interna_bem_viver,1163993/cuidar-de-voce-na-quarentena-e-sinal-de-autoestima.shtml


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entre no nosso grupo sobre Mioma
Social Share Buttons and Icons powered by Ultimatelysocial