INFORMATIVO

20/06/2022 Carência de 180 dias para Embolização de Mioma na UNIMED
Qual a carência do plano de saúde Unimed?

Ouviu falar sobre período de carência e não sabe muito bem do que se trata ou qual é a carência do plano de saúde Unimed? Fique tranquilo, neste artigo, explicaremos melhor e assunto e mostraremos os períodos de carência previstos por lei.

*Este texto é de conteúdo editorial e não garante a comercialização deste produto nesse site.

Acesso a uma assistência de saúde de qualidade é um direito de qualquer cidadão, no entanto, o sistema público nem sempre é capaz de oferecer o básico de maneira gratuita para todos os brasileiros.

Por isso, muitas pessoas acabam optando pela contratação de um plano de saúde Unimed.

Mas, para isso é preciso sempre realizar um processo completo de pesquisa, que invariavelmente acaba gerando uma série de dúvidas sobre o serviço.

Uma delas, talvez a mais frequente seja relacionada ao período de carência do plano de saúde Unimed.

Se você está pensando em contratar essa operadora, ou migrar para ela e quer saber como funciona o período de carência, acompanhe este artigo.]

Como é estabelecido o período de carência do plano de saúde Unimed?

Hoje qualquer operadora de convênio médico que atua no país deve seguir algumas regras em relação aos serviços prestados. Entre essas regras está incluso a carência do plano de saúde.

Isso é determinado pela ANS – Agência Nacional de Saúde Suplementar, empresa responsável por regulamentar os serviços de assistência médica é a ANS.

Além de regulamentar o período de carência de todos os planos de saúde do país, a ANS também é responsável por estabelecer regras para que as operadoras possam trabalhar dentro de um padrão.

Algumas dessas regras estipuladas pelo órgão são referentes a questões como:

  • Quais são as operadoras a atuar no Brasil;
  • Planos que cada empresa pode disponibilizar a seus colaboradores;
  • Rol mínimo de procedimentos que precisam ser cobertos;
  • Carência dos procedimentos disponibilizados pelos planos;
  • Percentual do reajuste anual disponibilizado aos planos de pessoa física, entre outros.

Isso significa que a Unimed, assim como as demais operadoras, deve seguir todas essas regras para poder ofertar os seus serviços no mercado.

Como mencionado, a ANS também é responsável por estabelecer os prazos de carência que são os mesmos para todas as operadoras de assistência de saúde.

No entanto, tão importante quanto estar atento ao período de carência do plano de saúde Unimed, é preciso estar atento a cobertura contratada.

Afinal, cada tipo de cobertura conta com um tipo de serviço diferente e, consequentemente uma cobertura específica.

Entenda o que é a carência do plano de saúde Unimed

A carência é o período que o beneficiário precisa aguardar para utilizar os serviços contratados, após a sua adesão ao plano de saúde.

Isso significa que a pessoa contrata o serviço e começa a pagar as mensalidades, mas não terá acesso a todas as coberturas imediatamente.

Cada procedimento possui um período de carência diferente, por isso, para facilitar o entendimento e o cumprimento desses períodos de espera, a ANS criou uma tabela para padronizar esse tempo em todas as operadoras de saúde.

Portanto, o plano Unimed pode exigir o período de carência plano de saúde, para diferentes procedimentos.

Tabela de carência do plano de saúde Unimed

A seguir, mostraremos como funciona a tabela de carência do plano de saúde Unimed e de todos os demais planos, com os prazos estipulados pela ANS.

Mas, vale lembrar que, esse é o período máximo estabelecido.

Ou seja, as operadoras podem oferecer um período de carência menor do que esses, mas nunca maior.

Geralmente, as empresas seguem o prazo máximo permitido pela ANS, como é o caso de muitos planos da Unimed Nacional, entre outras. Confira quais são eles.

SituaçãoTempo carência
Casos de urgência (acidentes pessoais ou complicações no processo gestacional) e emergência (risco imediato à vida ou lesões irreparáveis)24 horas
Realização de consultas e exames simples pela Unimed30 dias
Realização de exames especiais – de alto custo120 dias
Atendimento especializado – fisioterapia, fonoaudiologia, psicologia e nutrição180 dias
Tratamentos de diálise e hemodiálise180 dias
Tratamentos de quimioterapia e radioterapia180 dias
Cirurgias ambulatoriais180 dias
Internação clínica, cirúrgica ou psiquiátrica180 dias
Partos a termo, excluídos os partos prematuros e decorrentes de complicações no processo gestacional300 dias
Doenças e lesões preexistentes (quando contratou o plano de saúde, a pessoa já sabia possuir)24 meses

Vale ressaltar que esses períodos de carências Unimed são válidos para os planos de pessoa física. Os planos voltados as pessoas jurídicas possuem outras regras.

No caso de empresas com mais de 30 vidas incluídas no serviço de assistência médica, a carência do plano de saúde Unimed é isenta.

Mas, é preciso que o colaborador faça a adesão até 30 dias após entrar na empresa, caso contrário, precisará cumprir com as mesmas carências da tabela acima.

Na dúvida, é importante falar sempre com o corretor de plano de saúde ou verificar no site Unimed.

Como funciona a carência para dependentes na Unimed?

As mesmas regras de aplicação de carência Unimed para o titular do plano de saúde, devem ser cumpridas pelos seus dependentes, assim que inseridos na cobertura.

Ou seja, o dependente deverá cumprir todo o período de carência assim que começar a participar do plano.

Vale mencionar que não são todas as pessoas que podem ser inseridas em uma cobertura de plano de saúde como dependente.

De acordo com a ANS apenas pessoas com parentesco direto ou dependência econômica do titular comprovada podem ser inseridos na cobertura.

As pessoas que podem ser inseridas como dependentes no plano de saúde Unimed são:

  • Cônjuge e companheiro estável;
  • Filhos biológicos e de guarda tutelar até os 21 anos;
  • E pai e mãe.

Isso vale para os planos voltados tanto a pessoas físicas como jurídicas, os conhecidos planos coletivos.

Com a diferença de que nos planos coletivos é possível incluir parentes de até 3º grau consanguíneo.

Essa é uma regra que vale em toda a rede, ou seja, tanto para a Unimed Bauru, Unimed Paraná e outras.

É possível contratar um plano Unimed com carência zero? 

A resposta para essa pergunta é sim, existe a possibilidade de plano de saúde sem carência. No entanto, há menos que aconteça uma promoção oferecida pela operadora, é importante que neste caso, você esteja preparado para desembolsar uma boa quantia extra em dinheiro na contratação de um plano Unimed com carência zero.

Outra possibilidade de carência zero é no plano da Unimed empresarial. Mas, desde que esteja dentro do tipo de plano de saúde que a empresa contratou.

É importante entrar em contato com a Unimed BH, Unimed Campinas e outras para tirar dúvidas.

Como funciona a carência do plano Unimed para gestantes?

Para ter acesso a uma cobertura para gestantes no convênio médico Unimed, é preciso contratar uma cobertura de plano de saúde que tenha serviço de obstetra Unimed.

Então, verificar os exames, consultas e outros procedimentos incluídos no guia médico Unimed, conforme o tipo de plano contratado.

Logo, o período de carência do plano Unimed para gestante será o comum, já mencionado acima, mais o período de carência para parto, que é de 300 dias.

Como melhorar o período de carência do plano de saúde Unimed?

Existem algumas possibilidades de melhorar o período de carência no momento da contratação do plano de saúde Unimed.

Veja a seguir quais são as principais entre elas e como cada uma delas funciona:

1 –  Portabilidade de carência

portabilidade de carência pode ser feita quando já se tem um plano de saúde, mas se decide contratar outro, no entanto, esse procedimento é válido apenas quando realizado através da mesma operadora que auxiliou a contratação do primeiro plano de saúde.

Ou seja, se você possui um plano de saúde de uma empresa X e resolve contar com os serviços da empresa Y, mas faz essa nova contratação através da mesma operadora que realizou o primeiro contrato, é possível ser dispensado do período de carência das coberturas contratadas.

Também existe essa possibilidade no caso de mudança de cidade, em casos em que o usuário não possui a Unimed Nacional.

Por exemplo, se o usuário possui a Unimed Bauru e precisa passar para a Unimed Paraná, por exemplo.

Vale mencionar que a portabilidade de carência é permitida apenas para planos de pessoa física, sejam eles, individuais ou familiares.

2 –  Portabilidade extraordinária

A portabilidade extraordinária é possível apenas através de um decreto, que deverá ser emitido em casos especiais, onde exista a necessidade de intervir para garantir mais opções ao paciente.

Um bom exemplo de situações onde essa portabilidade do plano Unimed é possível é no caso de opções de planos de saúde encontradas no mercado não serem o bastante para o beneficiário, ou simplesmente não serem compatíveis com o plano de saúde anterior do cliente.

3 –  Migração

Essa possibilidade de melhora do período de carência pode ser aplicada em casos em que você já possui uma determinada cobertura de uma operadora de saúde e deseje migrar seu plano de saúde para uma cobertura melhor, dentro da mesma empresa.

Ou seja, você tem um plano Unimed, mas quer passar para um mais completo, com cobertura para fonoaudiologia Unimed, fisioterapia Unimed, por exemplo, já que pode não estar disponível em todos os planos, ou com consultas limitadas.

Essa alternativa está disponível para planos que foram contratados até o dia 1º de janeiro de 1999 e se enquadram em coberturas familiares, individuais ou coletivos por adesão.

4 –  Plano de saúde Unimed carência zero

Uma possibilidade de contar com um plano de saúde Unimed carência zero, é se tornando um beneficiário de um plano empresarial.

Porém, ainda assim existem algumas regras que devem ser seguidas na Unimed empresarial e você pode conferi-las diretamente com a sua empresa.

Vale mencionar que, caso você pretenda acrescentar dependentes no seu plano, eles também poderão usufruir do plano de saúde Unimed carência zero.

Essa é uma opção válida também para os planos de PME, mas neste caso, dependerá da quantidade de vidas inclusas para conseguir a isenção.

Se você não se encaixa em nenhum desses perfis, entre em contato com a operadora de plano de saúde e solicite mais informações sobre as possibilidades relacionadas à carência do plano de saúde Unimed.

https://www.planodesaude.net/Qual-a-carencia-do-plano-de-saude-unimed/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Faça sua pré-avaliação sem custos com nosso médico especialista
Social Share Buttons and Icons powered by Ultimatelysocial