fbpx

INFORMATIVO

11/12/2020 Mioma uterino: o que é e quais os sintomas?

O que é mioma uterino?

Miomas, também denominados leiomiomas uterinos são tumores sólidos e benignos que se desenvolvem no útero. São os tumores sólidos mais frequentes em mulheres em idade fértil, correspondendo a maioria dos tumores benignos do trato genital feminino.  Esses tumores são sensíveis aos hormônios estrógeno e progesterona. Desse modo, ocorrem durante os anos reprodutivos, e podem regredir em mulheres na pós menopausa. Além disso, os leiomiomas são a causa estrutural mais comum de sangramento uterino anormal (sangue proveniente do útero com anormalidade na regularidade, no volume, na frequência ou duração, em mulheres não grávidas).  Eles podem estar localizados em diversas áreas e camadas do útero como: região submucosa, intramural, subserosa ou ainda podem ser pedunculados. 

Quais os fatores de risco para o desenvolvimento de miomas uterinos?

– História familiar (membros da família com a doença); 

– Idade (a prevalência de miomas aumenta com a idade durante os anos reprodutivos); 

– Raça (leiomiomas são cerca de 3 x mais comuns em mulheres de raça negra);

– Menarca precoce (primeira menstruação antes dos 10 anos de idade); 

– Obesidade; 

– Dieta rica em carne vermelha; 

– Consumo de bebidas alcoólicas; 

– Hipertensão arterial (pressão alta)

Quais são os sinais e sintomas de miomas uterinos?

O sintoma mais comum é o de sangramento de origem uterina prolongado ou intenso. O sangramento entre menstruações ou, mais raramente, o sangramento na pós menopausa podem ocorrer em casos de leiomiomas. Entretanto, na maioria das vezes os miomas não apresentam nenhum sintoma.

Pode ocorrer dor na região pélvica ou sensação de pressão. Além disso, algumas mulheres podem ter constipação intestinal associada (“prisão de ventre”). Pode haver dificuldade de esvaziar a bexiga ao urinar e também aumentar a frequência de idas ao banheiro para urinar.

Miomas uterinos podem levar a sinais e sintomas de disfunção reprodutiva, ou seja, infertilidade (não conseguir engravidar) ou complicações na gestação, por haver mudança na conformação do útero pela presença dos tumores benignos. Há maior risco de aborto espontâneo e maus desfechos na gravidez como nascimento prematuro, crescimento prejudicado do bebê, descolamento prematuro da placenta, entre outros.

Outros sintomas que podem ocorrer são dor no período menstrual e dor na relação sexual.

É importante enfatizar que os sintomas dependem do tamanho, do número e da localização dos miomas.

Fonte: STEWART, Elizabeth A.; LAUGHLIN-TOMMASO, Shannon K. Uterine leiomyomas (fibroids): Epidemiology, clinical fractures, diagnosis and natural history. UpToDate. 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entre no nosso grupo sobre Mioma
Social Share Buttons and Icons powered by Ultimatelysocial